ENTENDA COMO FUNCIONA A BOMBA DE ÁGUA NOS CARROS

ago 23

A função da bomba d’água de um veículo pode ser comparada ao coração para o corpo humano, pois ela é a responsável pela distribuição do fluxo de água para todo o sistema de arrefecimento de um motor.

Se essa peça apresentar algum tipo de problema, pode ocorrer o aquecimento do líquido, muitas vezes chegando a ferver, o que pode queimar a junta do cabeçote, acarretando em um enorme prejuízo para o proprietário.

No post de hoje vamos explicar o que é e qual a função da bomba de água, como funciona e a importância da manutenção preventiva desse componente. Continue lendo e tire as suas dúvidas!

O que é e qual a função da bomba de água?
A bomba de água é uma peça fundamental para o funcionamento do carro. Ela tem como objetivo fazer circular, de forma constante e apropriada, o líquido de arrefecimento e água para resfriar, o que evita o superaquecimento do motor, garante os níveis de temperatura correta e assegura o melhor funcionamento.

Todos os veículos têm um motor que, inevitavelmente, produz uma quantidade de calor bastante elevada e precisa de refrigeração contínua. Os componentes da bomba de água são responsáveis por manter essa temperatura do motor estável.

Qualquer problema na bomba, que é composta por um eixo central e braços que dão suporte (um que vai até o motor e outro que se estende até o radiador), pode superaquecer o motor e provocar sérios problemas ao seu automóvel, sendo, inclusive, um risco à segurança do motorista e dos passageiros. Caso haja algum problema, uma luz se acenderá no painel do carro. Não ignore-a!

Como funciona?
A bomba de água de um automóvel remove a água do núcleo de resfriamento ou ventilação que fica embutido no motor e injeta diretamente no radiador, transferindo o calor da água para as placas, dissipando todo calor existente.

Para isso, se utiliza água que, em conjunto com o aditivo de radiador, torna o líquido ainda mais adequado para exercer sua função na hora de evitar o superaquecimento do motor.

Seu funcionamento é realizado por uma correia, acionada no momento em que o carro está em uso. Esse processo é finalizado no ventilador. Sem ele, o motor do veículo pode superaquecer com facilidade, o que prejudica vários outros componentes.

Quais os riscos do não funcionamento?
Quando a bomba de água não está funcionando corretamente, o fluxo do líquido de arrefecimento é interrompido, o que pode comprometer o desempenho de todo o sistema de resfriamento e colocar em risco a própria vida útil do motor. Isso acontece porque o líquido de arrefecimento não está circulando e, consequentemente, não é resfriado no radiador, gerando o superaquecimento.

Por esse motivo, é de extrema importância estar atento a quaisquer ruídos, vazamentos e ao estado da correia de ativação da bomba de água.

Que possíveis defeitos a bomba de água pode apresentar?
O indicador de um possível defeito é quando o medidor de temperatura apresenta níveis mais elevados do que o normal. Outro sinal é a perda do líquido. Fique atento a vazamentos frequentes embaixo do carro, diminuindo constantemente o líquido de arrefecimento.

Outra dica é prestar atenção aos barulhos do carro quando levantar o capô, pois um ruído anormal pode ser sinal de defeito na bomba de água; luz de alerta ligada no painel, falta de vedação na tampa da bomba e acúmulos de sujeiras são sinais que indicam que é necessário a substituição da peça.

Quando substituir?
A vida útil de uma bomba de água é relativamente curta, mas é um componente que pode ser considerado barato se comparado a outras peças. Por isso, pode ser interessante efetuar uma troca preventiva quando o veículo completar aproximadamente 40 mil quilômetros.

A quilometragem não é necessariamente uma regra, mas sim uma dica preventiva. Quando o carro estiver na oficina para uma revisão, aproveite e peça para que o mecânico efetue a substituição.

Fique alerta a alguns sinais que o seu carro pode dar, em caso de problemas com a bomba de água:

Perda de água
A perda de líquido é um forte indício de que há algum problema com a bomba de água. Caso você perceba uma diminuição rápida e constante dos líquidos, ou uma poça debaixo do seu carro, significa que o seu próximo destino é a oficina para descobrir o motivo. Não deixe para depois!

Correia solta
Outro motivo para a bomba apresentar alguma falha é a correia. Caso esteja desgastada ou solta, é um sinal de que é necessário a troca.

Barulho diferente
No momento em que o carro estiver ligado, abra o capô do veículo e observe atentamente se há algum barulho diferente do que você está acostumado ao ouvir vindo do motor. Caso afirmativo, esse pode ser um dos indicadores de que é necessária a substituição da bomba de água.

Ferrugem nos componentes da bomba
É importante inspecionar, de vez em quando, os componentes da bomba. A oxidação atinge também essa peça do seu carro e, quando ocorre, provoca o mau funcionamento de resfriamento do motor.

Indicador de temperatura
No painel do carro, existe um medidor de temperatura dos componentes do motor (que é mantido nos níveis ideais por causa da bomba de água fazendo seu papel). Porém, quando essa peça está com problema, os níveis são elevados. Jamais ignore esse sinal e lembre-se: um reparo barato pode pesar no seu bolso. Não deixe para depois!

É importante ressaltar que nem todos esses indicadores ditos são, de fato, problema ligado à bomba de água. Para ter certeza, procure um mecânico de confiança, pois somente um especialista pode fazer um diagnóstico mais preciso.

Quais os cuidados necessários?
Alguns cuidados durante a manutenção preventiva, principalmente antes de pegar a estrada, são fundamentais para manter o bom funcionamento do seu veículo.

Semanalmente, verifique os níveis de água e do líquido de arrefecimento. Mantenha-os sempre entre as indicações necessárias. Faça isso com o motor frio. Leia também o manual do seu carro, pois a fabricante sempre indica o melhor produto para o seu automóvel, além da proporção correta.

Nunca complete o reservatório apenas com água ou apenas com o líquido refrigerante. Siga as indicações de mistura indicadas pela fabricante no manual. Isso pode afetar o motor e diminuir a eficácia de todo o sistema. Caso perceba um superaquecimento do motor enquanto está dirigindo, estacione o carro imediatamente, desligue o motor e espere que esfrie.

Com uma certa frequência, cheque a tensão e o estado da correia responsável pelo acionamento da bomba de água. As orientações constam no manual do veículo e podem ser feitas por você, em sua casa. Lembre-se de fazer com o carro desligado e o motor frio.

Depois de entender um pouco mais sobre a função da bomba d’água no seu carro, verifique sempre o nível dos líquidos do seu carro, prevenindo problemas maiores. Afinal, o funcionamento adequado do sistema de resfriamento do motor depende, principalmente, da circulação do líquido de arrefecimento.

Fonte: Etonini Distribuidora

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário: